domingo, 26 de dezembro de 2010


A matéria prima de que fomos feitos são duas, paradoxalmente duas: pó e amor! O pó explica a nossa existência. O amor a nossa essência. O pó nos iguala - o que é necessário. O amor nos identifica - o que é essencial.  Fazemos parte da multidão e somos únicos!


[Gabriel Chalita]

terça-feira, 21 de dezembro de 2010

Quem ri por último nem sempre é retardatário!


Quando a Lua está cheia sempre peço para o papai repetir uns versos que ele aprendeu no interior... Ele já me contou isso centenas de vezes, mas sempre me esqueço, acho que me esqueço de propósito só para ele me contar novamente para eu ri de besta! Hoje resolvi incomodá-lo mais uma vez, só que dessa vez eu anotei para não importuná-lo mais! Diz assim:


O rapaz já fugido com a moça
Imaginava que ela não estava o
Escutando e pensa alto:

Ôh Lua bela, boa da gente
roubar uma menina e 
não se casar com ela!

A moça esperta, logo percebe
As reais intenções do "cabôco"
Finge ter esquecido algo em casa
 e logo retribui o pensamento
Olhando de sua janela:

Ôh bela Lua, boa da gente
deixar um bestalhão
esperando no meio da rua! 


kkkkkkkkkkkkkkkkk...

Incomum


Não estou bruta, nem estressada. Só estou diferentemente calma, tentando absorver aquele turbilhão de palavras que me foram ditas e que irão ecoar  pelo resto resto de minha vida. Foi curioso saber que eu poderia chorar sem que as lágrimas caíssem molhando-me a face, mas foi o que aconteceu, ninguém as viu porque elas se encontravam dentro de minha alma, escorriam calmas e brandas. A insônia, juntamente com meus olhares vagos pra o nada fizeram parte de minha rotina estes dias, entretanto com o passar dos dias imagino eu que tudo volta ao seu lugar.
Creio depois do que me aconteceu  estou menos frágil. Ou teria criado em mim uma espécie de proteção ao redor de minhas fragilidades? Não sei, mas definitivamente me sinto bem. Não me sinto a garota mais feliz do mundo, mas também não me encontro a mais infeliz. E isso é bom demais pra começo de conversa! Não sou muito de usar e nem me sentir em meio-termo, porém na situação em que me encontro sou obrigada à estar nele. É a vida! Não se pode ter tudo! Só se pode tentar, e tenho a certeza de que isso eu fiz!

terça-feira, 14 de dezembro de 2010

Coração tolo, esperança doce
Futuro incerto, presente tão certo
Sentimentos escusos bailam em minh'alma
Estaria meu eu lírico com dúvidas?

O certo é que a tristeza se foi
E o que está por vir de certo será bom
As cinzas hão de cobrir toda as marcas de melancolia
Só restará minha verdade junto à minha alegria

O quebra-cabeças continua
Faltando aquela peça
No qual o tempo está encarregado
De iniciar uma bonita história

Enquanto isso só preciso que a vida
Me encha de valentia  pra escolher
Os caminhos certos que irão me levar
Para onde quero chegar!


Transição


Nós seres humanos estamos em constante mudança... Mas será que percebemos de imediato que mudamos e o motivo? Eu recentemente percebi que não sou mais a mesma com relação várias coisas. Meu céu está mais azul, meu sorriso está mais sincero, minhas lágrimas não caem mais desnecessariamente, meu olhar está mais doce, minha forma de amar mudou!
Foram muitas as coisas que ocorreram nesse ano, mas de fato não sei o real motivo da minha mudança. Talvez seja o desejo de crescer como pessoa, me tornar mais humana, ter conhecido uma pessoa que se tornou singular e insubstituível em minha vida ou mesmo ter beijado um amor no qual julgava impossível. Percebo o peso de está deixando aquela menina de lado e está me tornando uma mulher que com ela cresce responsabilidades e desejos de tornar sonhos possíveis.
Esse ano notei que fui menos preguiçosa, que a beleza se encontra nas coisas mais simples da vida e que às vezes é o jeito ser "louca" e se arriscar pra ter momentos únicos. É preciso viver e acima de tudo amar, amar muito mesmo! Além de notar estas coisas, aprendi que o verbo amar não é tão complicado como imaginamos, porém também não é tão simples, basta o transmitir sem medidas, caminharmos de maneira certa e deixar o coração sossegado que tudo tem o seu tempo... Sofrer por antecipação é a pior coisa que existe, então vivamos cada dia o que há para viver, porque o amanhã a Deus pertence!Sei que minha transição não para por aqui, tenho muito o que aprender nesta vida que Deus me deu! Espero aprender mais e mais com aqueles que amo e com aqueles que desconheço, sofrer nessa estrada é inevitável, porém com ela quero crescer mais ainda, pois não há uma dor que não traga um aprendizado!




quarta-feira, 10 de novembro de 2010


O TEMPO EXISTE


Existe um tempo que sequer sentimos,
existe um tempo que sequer pensou-se,
existe um tempo que o tempo não trouxe,
existe um tempo que sequer medimos.



Existe mais: um tempo em que sorrimos,
diferente do tempo em que chorou-se,
e um tempo neutro: nem amaro ou doce.
Tempos alheios, nem sequer são primos!



Existe um tempo pior do que ruim
e um tempo amado e um tempo de canção,
existe um tempo de pensar que é o fim.



Tempo é o que bate em nosso coração:
um tempo acumulado em tempo-sim,
e um tempo esvaziado em tempo-não.

[Francisco Miguel de Moura]

terça-feira, 2 de novembro de 2010


Tenho um amor fresco e com gosto de chuva e raios e urgências. Tenho um amor que me veio pronto, assim, água que caiu de repente, nuvem que não passa. Me escorrem desejos pelo rosto, pelo corpo. Um amor susto. Um amor raio trovão fazendo barulho. Me bagunça. E chove em mim todos os dias.

[Caio Fernando Abreu]

sexta-feira, 29 de outubro de 2010

Quién eres tú, quién eres?



Y mi alma baila herida de virutas de fuego.
Quién llama? Qué silencio poblado de ecos?
Hora de la nostalgia, hora de la alegría, hora de la soledad,
hora mía entre todas!

Bocina en que el viento pasa cantando.
Tanta pasión de llanto anudada a mi cuerpo.
Sacudida de todas las raíces,
asalto de todas las olas!
Rodaba, alegre, triste, interminable, mi alma.

Pensando, enterrando lámparas en la profunda soledad.

Quién eres tú, quién eres?

[Pablo Neruda]


quinta-feira, 28 de outubro de 2010

A rosa e o acreditar...



Certa vez uma mulher, cuja a profissão era médica, estava na igreja com seu amigo, depois que terminou a missa eles começaram a conversar, e nesta conversa ela contou para ele uma dúvida que afligia o seu coração. A dúvida era se Deus realmente a amava e se ela era especial para Ele. Seu amigo com muita fé respondeu que era lógico que sim e que ela não tivesse nenhuma dúvida disso.
A mulher ainda duvidosa disse que queria uma prova, que se Deus realmente a amasse e ela fosse especial para Ele, lhe mandaria um buquê de rosas assim que eles saíssem da igreja. Eles conversaram mais um pouco e depois foram embora. E nada aconteceu.
No dia seguinte quando a mulher foi buscar seu filho de 5 anos na escola ele aparece com uma rosa e lhe dá, lhe desejando Feliz Dia das Mães! A mulher ficou intrigada, mas mesmo assim achou que era só uma coincidência e colocou a rosa em um recipiente com água na cantoneira do banheiro. Passou outro dia e foi surpreendida novamente pela sua filha de 2 anos que deu-lhe outra rosa, ela havia ficado com ciúmes pelo fato de só o irmão ter dado uma rosa para mãe e ela não e foi falar com seu pai para resolver o problema. Novamente a mulher achou aquilo muito estranho, mas ainda acreditava que não passava de uma incrível coincidência, e também colocou a rosa que sua filha lhe dera no mesmo lugar que tinha colocado a do seu filho.
Ela ligou para seu amigo e contou as duas situações e ele sorria dizendo que aquilo eram sinais que Deus estava mandando para ela, só que ela não conseguia acreditar que era especial para Deus e que com tanta gente no mundo Ele ouviria o que ela Lhe pedira como prova.
Passaram-se semanas desde o que aconteceu e quando entrou no seu consultório se deparou com uma grande surpresa! O consultório estava repleto de buquês de rosas, de todas as cores, de todos os jeitos, de todos os cheiros! Ela ficou maravilhada. Descobriu que aquelas flores foram enviadas de uma família em agradecimento por ela ter salvado a vida de um paciente.
A médica não se conteve em ligar para o seu amigo e ele perguntou que prova ela queria maior do que aquela... Entretanto ainda estava incrédula e no seu coração tinha pouca fé.
Chegando em casa lembrou das rosas que tinha ganhado de seus filhos e foi recolhê-las para jogar-las fora, pois já tinham murchado. Foi quando ela se deparou com uma coisa que jamais havia visto antes. Em uma das rosas, outra rosa havia nascido no outro lado do caulóide. Ao perceber aquilo ela finalmente se convenceu que Deus realmente a amava e a considerava especial, e alí mesmo no banheiro ela chorando, colocou seus joelhos no chão, louvou à Deus por aquele lindo milagre em sua vida.



[Esta história é verídica, quem me contou foi meu professor de filosofia da educação, no qual era esse "amigo" da história que a mulher conversava.]

Parafraseando um autor desconhecido...


Abri o telefone e desliguei um sorriso.
Tirei minhas orações e recitei meus chinelos.
Apaguei a cama e deitei-me na luz.

E tudo porque
Ele disse que me amava.



E na volta pra casa de ônibus...




Tive uma sensação boa de como é bom viver! De como é bom sentir o vento batendo no rosto, de como é bom olhar o verde e os animais, de como Deus foi e é maravilhoso conosco. Senti que é esplendoroso ter sempre sentimentos bons dentro de si... E que um tempo gostoso te ajuda a lembrar e esquecer muitas coisas.

A vida é simples. A natureza é simples. O amor é simples. O sorriso é simples. Mas nós seres humanos infelizmente não somos simples, criamos confusões, complexos e problemas pra nossas cabeças. Dessa forma vamos esquecendo de como é bom apreciar um dia de chuva, um vento no rosto, a beleza de uma borboleta e o cheiro de uma flor!

A natureza é bela, mágica, um encanto... e contudo o homem não a valoriza nem no admirar e muito menos no cuidar! Hoje eu senti como ela me faz bem, não sei se pelo fato de está um tempo gostoso e daí eu olhar fixamente na janela do ônibus e perceber o quão é linda e me traz paz ou pelo simples fato de está tentando perceber o quanto é boa a vida que Deus me deu!



quarta-feira, 27 de outubro de 2010

Raiva




Quando guardamos tristeza, incerteza e chateação dentro de nós, parece que qualquer "coisinha" vira uma "coisona"! Você fica aborrecido com tudo e com todos. Fica de mal com você mesmo e com a sua vida. Trata mal as pessoas, e numa discussão qualquer se altera!
E aí é onde chegamos na famosa raiva! Um sentimento tão profundo e intenso que toma posse do teu ser e te tira de si, te levando a fazer e falar coisas que você jamais imaginaria!
A raiva é estranha e confusa ao mesmo tempo, porque ela te dá todo um encorajamento pra seguir e fazer/falar as tais coisas que nunca na sua mente pensou em fazer antes. Ela também te faz pensar nas consequências e mesmo assim não "está nem aí" para elas.
Depois quando ela passa você fica com aquela sensação de que algo tá errado. De algo que tem que consertar... De que as coisas tem que voltar para o seu devido lugar.

segunda-feira, 27 de setembro de 2010



As piores decepções, são causadas pelas
pessoas que mais amamos...


quinta-feira, 9 de setembro de 2010

quinta-feira, 26 de agosto de 2010

Opostos...


Na essência

Nos caminhos

Nas atitudes

Nos ideais

Nos pensamentos

Quem nos dera
fôssemos opostos também
nos sentimentos...


MINHA IGREJA: "Pesadelo e Sonho"


Como és contestável para mim, Igreja! E, no entanto, como te amo!
Como me fizeste sofrer! E, no entanto, quanto te devo!
Gostaria de te ver destruída. E, no entanto, tenho necessidade de tua presença.
Deste-me tantos escândalos! E, no entanto, me fizeste compreender a santidade.
Nunca vi nada de mais obscurantista, mais comprometido e mais falso no mundo. Mas também nunca toquei em nada tão puro, tão generoso e tão belo!
Quantas vezes tive vontade de bater em tua cara a porta de minha alma! E quantas vezes orei para um dia morrer em teus braços seguros!
Não, não posso me libertar de ti, porque eu sou tu, mesmo não sendo completamente tu!
Além disso, aonde iria eu? Construiria outra?
Mas não poderia construí-la, senão com os mesmos defeitos, porque são os meus defeitos que levo para dentro dela.
E, se a construísse, seria a minha igreja e não a Igreja de Cristo!
E já estou bastante velho para compreender que não sou melhor que os outros.

Autor Desconhecido

"Amar-te-ei, em todas as épocas,
em todo momento
Que passem as águas por muitas pontes
e que debruce a saudade por muitas
serras e montes, amar-te-ei,
como se fosse a primeira vez e única,
apesar das tantas aventuras!
Ainda além deste céu, nas alturas.
Eternamente...

[...]

À parte, nossa alma vaga enamorada,
sobre qualquer prazer da carne ou qualquer
entrega fugaz .

[...]

Sobre qualquer punhalada em meu coração,
sobre qualquer distância a nós imputada...
Porque sei, amor de mim , que ainda assim...
Não é pequeno o nosso comprometimento .
Ah! Soubessem todos o tamanho !
Pobre carne, pequeno tempo !"

[Wolfgang Amadeus Mozart]


''...Estar entre vírgulas, pode ser aposto,
mas eu aposto o oposto...
que vou cativar a todos,
sendo apenas um sujeito simples!...''




Insubstituível


Sabe o que torna cada pessoa única e inesquecível?

Aquele algo, que a gente sempre espera encontrar
em outras pessoas, mas nunca encontra...

Aquele algo que a gente já encontrou uma vez,
naquele momento mesmo que por um instante
é único e insubstituível.

[D. Geo]

terça-feira, 24 de agosto de 2010

Suspiro doloroso...


Sabe aquele nó na garganta que não te deixa em paz?! Sabe aquela dor conformada?! Sabe aquele sentimento que não se explica?! Que por mais que eu escreva, que eu conte para alguém, nunca vai nem chegar aos pés do que estou sentido agora...?!
É um vazio que está cheio! É uma alegria envolvida de uma tristeza profunda e contida! É um entender sem querer entender... É um sorriso com uma lágrima! É um querer esquecer, sabendo que nunca vai esquecer. É a coisa mais esquisita que já senti em toda minha vida!
Tenho tanto para fazer e no entanto estou aqui, querendo aliviar por escrito o que não pode ser aliviado de imediato!
O tempo... ah o tempo! Só ele pode aliviar o que estou sentindo no momento! É... ALIVIAR... Porque acabar realmente com isso, é impossível.
É necessário ser forte, corajosa e otimista para enfrentar todo esse dilema que se abateu na minha vida...
E o pior de tudo: não se tem nenhum culpado nessa história! Se pelo menos tivesse, iria ser mais fácil ter raiva e com isso logo esquecer! Porém não existe! Não existe ódio, nem rancor, nem raiva, nem mágoa... O que só existe é amor, compreensão, amizade, carinho e esperança de ser feliz!


Espero um dia entender os planos de Deus em minha vida, espero um dia ter uma doce lembrança do que está se passando agora dentro do meu ser, espero um dia compreender porque amei tanto uma pessoa a ponto de deixá-la ir...

quinta-feira, 19 de agosto de 2010

É... estou ALEGRE!

Com uma pitada de esperança e VÁRIAS mensagens SÓ PRA MIM *-*
Não tenho razão pra ficar triste...
Agradeço a Deus e as pessoas que através dEle colocam
um sorriso enorme no meu rosto! Especialmente ao meu CHATO QUERIDO *-*

Pra vc o meu sorriso:



Acabou!


Acabou agonia
Acabou confusão
Acabou ilusão
Acabou indecisão
Só não acabou o sentimento
que ainda persiste em ficar
no meu coração!

segunda-feira, 2 de agosto de 2010



"Pra saber que é amor
não é preciso um beijo.

Basta o coração pulsar forte só em pensar,
se avermelhar ao ver, gaguejar ao conversar,
suspirar ao imaginar...

E imaginar...
pra saber que é amor."

[D. Geo]

domingo, 1 de agosto de 2010



'Se amanhã o que eu sonhei não for bem aquilo,
eu tiro um arco-íris da cartola.
E refaço. Colo. Pinto e bordo. Porque a força de dentro é maior.
Maior que todo mal que existe no mundo.
Maior que todos os ventos contrários.
É maior porque é do bem.
E nisso, sim, acredito até o fim. '





Gaita
Eu não tinha mais palavras,
Vida minha,
Palavras de bem-querer;
Eu tinha um campo de mágoas,
Vida minha,
Para colher.
Eu era uma sombra longa,
Vida minha,
Sem cantigas de embalar;
Tu passavas, tu sorrias,
Vida minha,
Sem me olhar.
Vida minha, tem pena,
Tem pena da minha vida!
Eu bem sei que vou passando
Como a tua sombra longa;
Eu bem sei que vou sonhar
Sem colher a tua vida,
Vida minha,
Sem ter mãos para acenar,
Eu bem sei que vais levando
Toda, toda a minha vida,
Vida minha, e o meu orgulho
Não tem voz para chamar.
[Augusto Meyer]

Riva, valew por me enviar este aqui... gostei tanto que postei! ^^